Blog
Voltar
15/05/2020 14:14

Educação financeira é essencial para uso consciente do crédito

    Com maior acesso ao crédito, as famílias brasileiras começam a concretizar muitos dos seus sonhos de consumo. No entanto, a falta de planejamento tem colocado muitos trabalhadores na lista de devedores. De acordo com pesquisa da Serasa Experian, há cerca de 63 milhões de pessoas inadimplentes no País. “O crédito não é algo negativo, mas é preciso usar a seu favor, por isso é tão importante o planejamento financeiro”, diz o consultor Luis Abdal.

    

Nesse sentido, o especialista considera que a educação financeira é fundamental e deve começar já nas escolas para garantir o uso consciente do crédito e ensinar aos jovens a importância de pensar em poupar parte da renda tanto para passar por eventuais momentos de crise quanto para realizar sonhos. “É fundamental que tenhamos um colchão que nos prepare para possíveis quedas. Hoje temos mais de 60 milhões de pessoas com o nome sujo e isso ocorre porque faltou planejamento, organização e consumo consciente”, diz Claudia Forte, superintendente da Associação de Educação Financeira (AEF).


    A boa notícia é que aos poucos escolas começam a levar a educação financeira para dentro da sala de aula. “Pela primeira vez, a temática educação financeira entrou na Base Curricular Nacional em 2018 e esse é um ganho para toda a comunidade”, comemora Claudia ao afirmar que a novidade está em vigor em várias escolas.



    A representante da AEF comenta ainda que há muitos casos de crianças que depois das aulas mostram para os pais a importância não só de ter dinheiro, mas também de investir e planejar. “Nosso principal objetivo é mudar o comportamento e garantir mais qualidade de vida para todos”, destaca Claudia ao citar o caso de uma criança que passou a se preocupar com gastos desnecessários, como no consumo da energia elétrica e da água, e implementou o potinho do sonho, onde todas as moedinhas são colocadas para realizar um objetivo da família, como uma viagem, por exemplo. “Primeiro a família começa a planejar a renda. Com essa organização financeira, o passo seguinte é começar a pensar nos projetos de curto, médio e longo prazos, com investimentos financeiros que garantam esses objetivos”, destaca Abdal.


    As iniciativas de educação financeira estão se multiplicando no País, principalmente após o tema se tornar obrigatório nas salas de aula por definição da Base Nacional Comum Curricular. “Nossa meta é levar educação financeira, consumo consciente e a importância de realizar investimentos, pensando nos sonhos e também no futuro, para todos os municípios brasileiros”, finaliza Claudia, da AEF.



“É fundamental que tenhamos um colchão que nos prepare para possíveis quedas. Hoje temos mais de 60 milhões de pessoas com o nome sujo”                       Claudia Forte, superintendente da Associação 


Fonte:  https://publicacoes.estadao.com.br/financasmais2019/educacao-financeira-e-essencial-para-uso-consciente-do-credito/?fbclid=IwAR0unKxHJ3K05Yeuk1C7M0oezYriC-VHSmzA_5kBZE-nVD3rNTPdaYzG1ks
Gostou? Compartilhe!
Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito com o tema ‘Inspirando esperança para uma comunidade global’
    O Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (Woccu) anunciou o tema do Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito deste ano, que destacará como o setor está trazendo esperança em um momento de crise.Comemorado todos...
Covid-19: Banco Central adota medidas temporárias para o segmento de consórcios
O Banco Central alterou, temporariamente e em caráter de excepcionalidade, regras de funcionamento e constituição de grupos de consórcio a fim de mitigar os efeitos de eventuais dificuldades de obtenção no mercado dos bens ou serviços vinculados...
Dia C de Cooperar
As palavras cooperação e empatia nunca foram tão destacadas nos noticiários ao redor do mundo. São os seus significados que nos fazem – aqueles que podem – ficar em casa para diminuir o contágio do coronavírus. E quando o assunto é cooperar por um...
Cooperar é Cuidar
A Cooperativa Sulcredi tem em sua essência, fortalecer os princípios do Cooperativismo.Diante deste momento delicado, todo o cuidado é pouco, e a vida das pessoas vem em primeiro lugar, levamos muito a sério a saúde dos funcionários e associados,...